Ciranda do Amanhecer incentiva a leitura no sertão do Brasil

19.6.13

Crianças do sertão brasileiro atendidas pela Ciranda do Amanhecer

Ciranda do Amanhecer é um projeto voluntário de incentivo à leitura e à cultura local de Tabuleiro do Norte no Ceará. Localizado no Sítio Sabiá, a Ciranda busca trazer conhecimento e entretenimento à comunidade que é muito carente de recursos. A biblioteca funciona em uma casa que foi construída com dois propósitos: o funcionamento da biblioteca comunitária, e também servir de pousada para a família que mantém o projeto. A Ciranda é fruto da inspiração de Isabel Macedo, professora de educação física e de sua família, pais, sobrinhos, irmãs e seu marido Luiz Antonio, que colaboram diretamente com a biblioteca.

Isabel atualmente mora em Cuiabá no Mato Grosso, sua irmã Maria Nesita em Fortaleza, e Gardênia vive em Tabuleiro ao lado da biblioteca. As irmãs colaboram com o desenvolvimento da iniciativa e sempre tiram um tempo para dar continuidade à Ciranda do Amanhecer.

Como ela nos contou: “É minha casa para quando passo um tempo por lá e também alguma pessoa que precise de um pouso, a gente empresta porque lá na comunidade não tem pousada. Construí aos poucos. A comunidade é bem afastada da cidade, é local de difícil acesso. Mas isso não atrapalha as oficinas realizadas pela biblioteca que foi inaugurada com poucos livros. Em 2008 eu fazia as oficinas recreativas para as crianças embaixo das árvores, no alpendre da minha mãe”.

Oficina de danças típicas. Essa é a dança-circular.

A casa conta com um espaço dedicado à biblioteca, tem banheiro, cozinha, sala de leitura e de exibição de filmes, promove eventos culturais que englobam música, dança e teatro. Todas as atividades do projeto são voltadas para a conscientização social e ambiental. Isabel cresceu no sertão e depois foi embora para estudar. Quando se formou, não esquecia a sua cidade, e pensava em levar um suporte para as crianças de Tabuleiro. Ela queria ter um espaço onde pudesse dar atenção para as crianças, onde elas pudessem brincar e participar de atividades culturais como dançar e ler, onde tivesse contações de histórias, e também um local para realizar as tarefas da escola. A vontade de colocar o projeto em prática era antiga, pois na infância ela sentia falta de livros e adorava ler, mas por lá não tinha nada. A professora Isabel criou coragem e seguiu em frente porque vivenciou o vazio da falta de oportunidades e perspectiva. Em 2008 começou a arrecadar livros, revistas e gibis, fez um chá beneficente entre amigas para arrecadar os materiais necessários para iniciar a biblioteca e comprou muitos livros. Arrecadou tudo o que foi necessário de forma independente, sem recorrer a políticos.

Oficina e reciclagem: crianças fazem um jogo de boliche com garrafas pet

Em 2010 recebeu R$14 mil em dinheiro do prêmio Mais Cultura - Ponto de Leitura do estado do Ceará. O recurso ajudou a comprar mais livros, estantes, armários, uma televisão, filmes e instrumentos musicais. “Nós procuramos o ano todo fazer rodas de leitura, oficinas de pintura, de colagem, de argila, teatro, e contações de história além de exibirmos filmes para as crianças. Fazemos brincadeiras, festas e gincanas. Até oficinas para as mães já fizemos. Nosso cronograma tem sido assim: Sempre que possível eu mando livros e gibis e minhas irmãs organizam as oficinas por lá. Procuramos fazer todo ano a gincana de páscoa, a festa do dia das mães, festa junina, a semana da criança e comemoramos o natal”. 

A irmã de Isabel, Gardênia, que mora em Tabuleiro do Norte é quem faz as oficinas, as festas, as apresentações e prepara o lanche das crianças, além de garantir a limpeza do local, que tem uma forte poeira, realizando suas atividades com as crianças aos domingos. A Ciranda do Amanhecer colabora com o desenvolvimento da escola rural da região, como Isabel nos conta: “A escola mais próxima da biblioteca comunitária é bem pequena, tem só duas salas e sempre que precisam de material, ajudamos com livros, gibis, aparelhos de som, instrumentos. A Gardênia, minha irmã, é monitora na biblioteca e colabora com a escola quando é preciso, é tudo na amizade mesmo, por amor. Servimos à comunidade da maneira que for possível”. Isabel e suas irmãs pretendem fazer uma fundação que terá como foco a preservação do meio ambiente, com a ideia de expandir suas atividades para um horto florestal, já que há espaço suficiente para isso. Por hora, Isabel segue economizando para registar o CNPJ da Ciranda e montar uma associação. A professora sente falta de voluntários, mas vai levando, e desabafa: “Queria alguém que amasse o projeto como eu, mas nunca apareceu”.

Crianças participam da contação de histórias no Projeto Ciranda do Amanhecer

Além da ajuda de custo que a professora fornece à biblioteca, ela faz bazares de objetos e roupas usadas em seu trabalho para comprar materiais para as oficinas. O projeto já prestou conta do prêmio, durante um ano fizeram oficinas duas vezes por semana e todas as festas que eram importantes. No ano seguinte teve continuidade mais esporádica, por falta de recursos. Isabel conta: “Quando fui prestar conta, achei complicado, pois tive que viajar duas vezes pagando do meu bolso”. Agora a Ciranda do Amanhecer está contando com a boa vontade da comunidade. O trabalho comunitário anima as irmãs a persistirem. As crianças que começaram a frequentar a Ciranda desde o inicio agora já são adolescentes, mas o número de crianças pequenas atendidas pela biblioteca só aumenta. Isabel conta que a experiência de realizar atividades diferentes, novas e especiais alegra as crianças, e que elas são maravilhosas. Uma noite nordestina tradicional está sendo preparada para a comunidade, com a apresentação de danças típicas.

Contação de história e teatro fazem parte das atividades das crianças

Gostou do projeto? Quer colaborar de alguma forma, montar uma parceria ou ser voluntário? Entre em contato com a professora Isabel Macedo. A Ciranda do Amanhecer aceita doações que podem ser enviadas para o seguinte endereço:



Endereço: Sítio Sabiá, Chapada do Apodi, Tabuleiro do Norte/CE. CEP: 62960-000. Aos cuidados de Gardênia Nobre de Macêdo. Outra opção é entrar diretamente em contato com a Isabel pelo Facebook e pelo email: isab.mac@hotmail.com

O que você pode doar para a biblioteca
Livros infantis, gibis lápis de cor, giz de cera, estojos, mochilas, canetas, papel sulfite, tintas, cola, enfim, materiais escolares. O projeto também aceita jogos pedagógicos e materiais esportivos como bolas, cordas, cesta de basquete e rede de vôlei para atender os adolescentes. Isabel está arrecadando roupas de festa junina e vestidos caipiras para melhorar a organização da festa que a biblioteca vai realizar em 2014.


Conheça os livros da Magnolia Cartonera 

A Magnolia Cartonera, editora independente do blog Bibliotecas do Brasil tem 3 livros sobre bibliotecas: Guia Prático para Bibliotecas Comunitárias, Ideias para Bibliotecas Livres e o livro Bibliotecas Mudam o Mundo. Nos 3 livros você encontra ferramentas e recursos para montar e organizar a sua bibliotecas, e exemplos práticos e reais de bibliotecas que fazem ações de incentivo à leitura e programações especiais de inclusão de todos os públicos, para que você possa se inspirar.
Os 3 livros são essenciais para quem deseja montar, organizar, fortalecer e dar continuidade à bibliotecas comunitárias, bibliotecas livres, ações e projetos de partilha de livros.


Eu não deixo meus livros presos na estante. 
Se você também doa seus livros, use este adesivo com orgulho!



Arte: Juliano Rocha
Fotos: Ciranda do Amanhecer

VocÊ pode gostar também

0 comentários

Subscribe