Junior Fritz Jacquet - um artista da reciclagem

1.9.14

O material escolhido para realizar as obras diz muito sobre o artista que as produz. No caso do artista haitiano radicado na França Junior Fritz Jacquet, mostra como a reciclagem de materiais tão comuns e mundanos como rolinhos de papel higiênico e papelão podem ser transformados pela arte em peças com beleza e significado.



Em seu trabalho a técnica do origami, com suas dobraduras de papel exatas, é utilizada como uma forma de modificar o descartado em arte.



Os rostos expressivos foram moldados de rolinhos de papel higiênico.


O que chama a atenção em suas máscaras é a humanidade que elas revelam, como se tivessem acabado de topar o dedão em uma quina, ou estivessem cansados e esperando o ônibus chegar no ponto, nos vemos em suas feições e criamos um vínculo com esses pedaços de papelão.




Junior também produziu esse pequeno homem articulado feito inteiramente de papelão, chamado de "Bonhomme Canelle” (Boneco de Canela em tradução livre), que novamente possui uma humanidade absurda escapando por suas dobraduras.


Mais uma vez vemos como o artista consegue libertar, como diria Michelângelo, a vida de dentro do material e trazê-la para nosso convívio.


Para contactar o artista visite seu site ou Facebook, ele vende suas obras ou as reproduções fotográficas em grandes tamanhos.


As fotos desse post são do fotógrafo Matthieu Gauchet. (Via Colossal)

Texto: Juliano Rocha - Bibliotecas do Brasil
contato@bibliotecasdobrasil.com

Leia mais:

  • Gifs sobre leitores de Rebecca Mock
  • Monstros de palha japoneses
  • Exposição Polaróides d'Alma de Juliano Rocha
  • VocÊ pode gostar também

    0 comentários

    Subscribe