Conheça as atrações da Cartonera Bibliotecas do Brasil

23.10.14

Nos últimos meses estamos com todas as nossas energias focadas em nossos livros artesanais, o nosso primeiro livro autopublicado, a Cartonera Bibliotecas do Brasil. Conhecemos o movimento cartonero em maio de 2014 em nossa viagem para Porto Alegre, que você pode acompanhar aqui pelo blog. Foi no lançamento do livro-arte do Jornal Boca de Rua e na Mostra de Saraus na FestiPoa Literária que conhecemos pessoas extraordinárias como o Julio Souto da Maria Papelão Editora e a Rosina Duarte do Jornal Boca de Rua, que nos mostraram o que era um livro cartonero.


O Julio Souto nos mostrou um exemplar da cartonera "A Única Voz" de Wilson Freire lançado pela Mariposa Cartonera e também um exemplar de "Tempo Embalado Para Apodrecer" de Luiza Casanova, lançado pela Maria Papelão. Depois desse evento fomos conhecer a Palavraria Livros e Café no Bonfim, e lá encontramos a cartonera "A Única Voz" para comprar. Voltamos de Porto Alegre simplesmente apaixonados pelos livros cartoneros e decididos a fazer a nossa cartonera, que foi lançada em agosto. Desde agosto fizemos 2 reimpressões, num total de 60 cartoneras confeccionadas.


Temos dois exemplares disponíveis para venda da Cartonera Bibliotecas do Brasil comemorativos da Feira do Livro de Araucária - confira as cartoneras disponíveis na primeira foto desse post. Os livros são feitos um a um artesanalmente. Eles são numerados e únicos - o conteúdo é igual em todos mas as capas são diferentes. Os livros são artesanais produzidos por duas pessoas em pequenas tiragens. Para a Feira do Livro de Araucária produzimos 30 livros cartoneros.

Das duas cartoneras que ainda temos disponíveis dessa edição comemorativa, a cartonera amarela é o exemplar nº 05 e a cartonera verde é o exemplar nº 07. Novos exemplares só na próxima reimpressão. Esses são os dois últimos, então aproveite o momento!

Os livros cartoneros são inteiramente de nossa autoria, desde a criação dos textos, seu projeto editorial, a coleta e o corte do papelão, a pintura das capas e a costura das páginas. Tudo é feito pensado para apresentar nossos textos e nossa arte da melhor maneira possível aos leitores. Todas as capas são diferentes, não se repetem. Ao adquirir a sua cartonera, você está comprando um livro único que somente você terá com aquela arte de capa. Para o interior dela selecionamos os melhores textos da newsletter Bibliotecas do Brasil Inbox e mais dois textos inéditos dos editores do blog, Daniele e Juliano, e ilustrações entre as páginas do Juliano. Para conhecer como é a Cartonera Bibliotecas do Brasil, o nosso primeiro livro artesanal, autopublicado e seu conteúdo, acesse esse post onde é possível comprá-las e receber em casa.

E em seu interior você encontrará 80 páginas com as ilustres presenças de: Truman Capote - Mandela - Livros Livres - Woody Allen - Basquiat - Camus - Stamira - Doação - Bibliotecas Livres - Direitos dos Animais - Drauzio Varella - Buñuel - Biblioteca Escolar - Futuro - Thoreau - Moradores de Rua - Direitos Humanos - Bill Clinton - Solidariedade - Jazz - Arte - Diários - Literatura - Cinema e Textos Inéditos.

Lançamento da Cartonera Bibliotecas do Brasil junto à Minibiblioteca do Sossego no Parque Gomm em Curitiba


Edição comemorativa da cartonera para a Feira do Livro de Araucária 2014

O processo de confecção e a arte das capas da Cartonera Bibliotecas do Brasil

Daniele Carneiro - Bibliotecas do Brasil
contato@bibliotecasdobrasil.com
Fotos: Daniele e Juliano Rocha
Arte do cartaz: Juliano Rocha

Leia mais: 

VocÊ pode gostar também

0 comentários

Subscribe