Bibliotecas do Brasil na Feira do Livro de Araucária

12.10.14


Participamos da Feira do Livro de Araucária na sexta-feira (10/10/2014) e foi muito legal! Foi uma excelente oportunidade para mostrarmos para as pessoas que passaram pelo Ginársio Joval de Paula Souza o trabalho que estamos desenvolvendo há 3 meses com a Cartonera Bibliotecas do Brasil. Fomos muito bem recepcionados na Feira e nos sentimos bem-vindos. Passamos o dia todo por lá e conversamos com muita gente. Agradecemos imensamente pelo convite da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo de Araucária pela oportunidade de participarmos da 17ª Feira do Livro e do 2º Festival Literário pela segunda vez - estivemos lá em 2013 - e principalmente, pelo reconhecimento do nosso primeiro livro. Confira as fotos do evento:


Essa aluna de Araucária ficou bastante interessada na Cartonera, e depois que fizemos uma fala para 42 alunos que estavam presentes na Feira do Livro, ela veio conversar com a gente e pediu uma nova explicação do que eram os livros cartoneros. Mostramos todos os detalhes para ela. Ela fez várias perguntas e saiu dali com muitas ideias para montar sua própria cartonera.


As alunas da Escola Municipal Professora Terezinha Mariano Theobald participaram do bate-papo que fizemos para mostrar como são feitos os livros cartoneros e depois vieram até a nossa mesinha ver os livros de perto. Elas adoraram a capa com tinta cor de rosa, e disseram que irão fazer uma cartonera de poesias e desenhos na escola.


Essa foi eleita a capa favorita de todas as meninas que passaram pela nossa mesa na Feira do Livro de Araucária. Elas ficaram apaixonadas pelas cores.



Juliano Rocha, editor do blog e artista plástico faz a arte das capas das cartoneras. Nenhuma é igual à outra (apenas o conteúdo), e quando a pessoa compra uma cartonera, está adquirindo um livro exclusivo, com uma capa única que outra pessoa não terá igual.


Luiz Gonzaga foi o nosso companheiro de Feira, a nossa mesa ficou bem ao lado dele.


Cindy Carlos e Simone Nunes com o pequeno Lourenço olhando as cartoneras e os marcadores de página artesanais que fizemos especialmente para a Feira do Livro.



As meninas nos pediram para explicar para elas como a gente faz os marcadores de página artesanais, e mostramos para elas como é simples fazer e como elas mesmas podem confeccioná-los escolhendo imagens que mais as agradam.




Quando contamos para as crianças que os livros cartoneros são feitos de papelão, fruto de reciclagem,  a primeira reação era de surpresa - "Mas um livro tão bonito assim?" - elas perguntavam e ficavam impressionadas, e queriam saber que tipo de tinta poderiam usar, se poderiam fazer desenhos com lápis de cor e giz de cera e se os livros poderia ser de poesias. Um menino que veio nos visitar disse que já escreve, e quando dissemos para ele que agora ele poderia fazer tudo com as próprias mãos, desde o texto até a capa, ele saiu muito satisfeito dali, com a mente fervilhando. As professoras nos contaram que irão fazer um livro cartonero com as poesias que os alunos já criaram nas aulas, é muito bom ver essa ideia se espalhando entre professores e crianças.


Esse boneco gigante do poeta Paulo Leminski fez sucesso entre as crianças. Os bonecos são uma tradição da cidade de São José dos Pinhais.


O cartaz com as atrações do nosso livro cartonero.


As crianças chegam na Feira do Livro de Araucária. É uma cena belíssima de ver! Elas não sabem para onde correr primeiro, é tanto livro, é tanta cor, é tanta informação, que parece que elas querem abraçar tudo ao mesmo tempo, sentir, tocar e mostrar para os colegas. As crianças são verdadeiramente apaixonadas pelos livros.



O bonecão gigante do Paulo Leminski recebeu muitos cumprimentos, pois ficava bem no meio do corredor por onde as crianças entravam e todas se admiravam com ele.



Cartoneras embaladas depois de serem compradas.


Alguns detalhes internos.


Edição especial para a feira do Livro de Araucária 2014.


Alguns exemplares da Cartonera Bibliotecas do Brasil seguiram com novidades. Esse exemplar ganhou um bolsinho interno, um marcador de página artesanal e um cartão do blog Bibliotecas do Brasil.


Esses foram os últimos detalhes que as cartoneras receberam antes de seguirem para a Feira do Livro de Araucária. Os livros cartoneros são feitos à mão. O papelão é pintado, depois é encadernado, costurado às páginas do conteúdo e embalados.


Detalhes dos marcadores de página artesanais que a Dani faz com recortes de revista e caixas de papelão para vender na Feira do Livro de Araucária.


A experiência de participar de uma feira literária é sempre engrandecedora pois conseguimos conversar com diversas pessoas que vivem em meio aos livros, seja como livreiros, escritores, professores e visitantes. Os contatos e novos projetos sempre surgem e servem para fortalecer essa batalha pela democratização do acesso à leitura. Caso queira nos convidar para uma feira literária ou evento cultural, é só entrar em contato conosco pelo e-mail contato@bibliotecasdobrasil.com

Daniele Carneiro e Juliano Rocha
Fotos: Bibliotecas do Brasil
contato@bibliotecasdobrasil.com

Leia mais:

VocÊ pode gostar também

1 comentários

Subscribe