Livros livres no gramado do Parque Gomm, Curitiba/PR

3.2.14


Pela 3ª vez consecutiva levamos livros para deixar livres no Parque Gomm, que fica no bairro Batel em Curitiba. À convite da iniciativa Salvemos o Bosque da Casa Gomm, dos amigos Mathieu Struck e Luca Rischbieter, estivemos no 5º Horti-Encontro e 1ª Jornada das Oferendas no Parque Gomm para conversar, ler e emprestar livros. Algumas leitoras já são habituais no gramado conversando sobre livros, autores, histórias e os mais variados assuntos.

Os livros são deixados em cima de cangas, e quem quiser pode emprestar e levar para casa, devolver se quiser, ou libertar para novos leitores. Muitas pessoas solidárias à iniciativa inclusive já doaram livros de literatura adultos e infantis, para colaborar com a rotatividade de empréstimos. Tudo bem facilitado, sem burocracia e bem livre.

A Emanuela Siqueira da Igreja do Livro Transformador esteve conosco mais uma vez, e levou vários livros infantis para colocarmos à disposição dos leitores. Obrigada Manu! Conheça a Igreja do Livro Transformador no Facebook.
Deixar livros livres e disponíveis para quem quiser emprestar é uma atitude de incentivo à leitura que facilita bastante a rotina de pessoas que não têm acesso facilitado à bibliotecas públicas, moram longe delas, ou trabalham em um horário tão puxado que frequentar uma biblioteca seria um luxo. Então ficamos realmente felizes quando uma funcionária do shopping que fica logo ali ao lado veio perguntar se poderia emprestar algum livro e como funciona o empréstimo livre.

Nós já publicamos aqui no blog sobre como é importante que as pessoas tenham acesso aos livros em seu ambiente de trabalho. Sem o compromisso com datas de devolução e apresentação de documentos, os livros de literatura circulam com mais facilidade nas mãos daqueles que tem um interesse e uma curiosidade em relação à leitura, ou que gostariam de desenvolvê-la, mas não podem praticá-la pelas dificuldades já mencionadas, ou pela falta de recursos para comprar livros.

E se você está pensando em montar uma biblioteca livre ou uma biblioteca comunitária, saiba que dificilmente os livros são rejeitados, principalmente em ambientes onde eles não são abundantes. Cito aqui o exemplo do Lourival Lopes Cancela em um relato imperdível e emocionante sobre as oportunidades que surgiram na vida dele e de muitas pessoas em situação de vulnerabilidade social, mas que puderam entrar em contato com os livros e com o ambiente de uma biblioteca. Assista o vídeo.

O cartaz com as orientações da iniciativa "Leia, Empreste ou Devolva" do blog Bibliotecas do Brasil.

Para facilitar o projeto de montagem de uma biblioteca livre ou comunitária, nós disponibilizamos no blog Bibliotecas do Brasil, em nossa área de downloads gratuitos, a arte de um carimbo, de um cartaz e um pequeno tutorial sobre como montar uma biblioteca nesse formato. As artes fazem parte da nossa iniciativa "Leia, Empreste ou Devolva".

Luca Rischbieter da Casa Labirinto

Juliano Rocha editor do blog Bibliotecas do Brasil e Mathieu Struck da Salvemos o Bosque da Casa Gomm, conversas e ideias sobre plantio, hortas e irrigação. A pequena Alice e a cachorrinha Margot estavam brincando de pega-pega entre a conversa, muito bonitinho!

A bolsa da Emanuela veio cheia de livros legais para empréstimos e trocas

Na sexta-feira, dia 31/01/2014, estivemos no Parque Gomm para dedicar umas duas horinhas de leitura, ajudar a regar a horta comunitária e o jardim de flores. A Salvemos tem recrutado ao longo da semana voluntários para ajudar a regar as plantas nesses dias de muito calor. Mais informações nesse post.

Dani Carneiro do blog Bibliotecas do Brasil regando a horta comunitária do Parque Gomm

Canto agradável para leitura durante umas duas horinhas. O banco foi instalado pela Salvemos.

Livro Andy Warhol de Arthur C. Danto da editora Cosak Naify foi a leitura escolhida pelo Juliano Rocha para aproveitar a sombra

O livro Diários de Andy Warhol Vol.1 de dois, editado por Pat Hackett da editora L&PM foi a escolha da Dani Carneiro para a tarde de muito calor da sexta-feira.

A Casa Gomm. Para entender melhor a situação de risco do Bosque e da Casa Gomm, acompanhe a página da Salvemos.

Leia mais:


Daniele Carneiro e Juliano Rocha
Bibliotecas do Brasil
contato@bibliotecasdobrasil.com

VocÊ pode gostar também

0 comentários

Subscribe