Mandela Day Libraries Project, África do Sul

12.9.13

A África do Sul enfrenta um baixo nível de alfabetização de suas crianças, e isso está prejudicando o futuro delas. Mais de 16.000 escolas públicas na África do Sul não têm bibliotecas. As bibliotecas contêineres são uma forma inovadora e de baixo custo para atender essa necessidade. O Mandela Day Libraries Project (Projeto Bibliotecas do Dia de Mandela) fornece bibliotecas de contêineres para escolas primárias. Este ano é esperada a montagem de pelo menos 20 novas bibliotecas e eles contam com o apoio de pessoas e empresas para dar continuidade ao projeto. Os contêineres antigos são reciclados, reutilizados e transformados em bibliotecas novas. Eles são a salvação para muitas comunidades que estão em dificuldade, pois fornecem uma infra-estrutura imediata para suas necessidades.
O objetivo global do Dia de Mandela (Mandela Day) é inspirar as pessoas a tomar atitudes para ajudar a mudar o mundo para melhor e assim construir um movimento global para o bem. Em última análise, visa capacitar as comunidades em todos os lugares. "Parta para a ação, inspire a mudança, faça com que todo dia seja um Dia de Mandela".


"A educação é a arma mais poderosa que você pode usar para mudar o mundo." 
Nelson Mandela


BREADLINE AFRICA - Container Library from Aiden Tuff on Vimeo.


O projeto das bibliotecas contêineres faz parte das comemorações do Dia de Mandela em toda a África do Sul, e o Centro de Memória Nelson Mandela (The Nelson Mandela Centre of Memory) lidera essa iniciativa. A Breadline África, é uma instituição de caridade baseada na África do Sul, internacionalmente reconhecida que visa quebrar o ciclo de pobreza, ajudando as comunidades a se ajudarem e supervisiona o trabalho de modificação dos contêineres. O Soul Buddyz, um programa de televisão desenvolvido para crianças de 8 a 14 anos, identifica as escolas com clubes Soul Buddyz ativos, onde serão instaladas as bibliotecas. As empresas prestam apoio financeiro, patrocínio de livros e funcionários voluntários. As organizações de alfabetização, agências de doação de livros e editoras oferecem doações de livros, equipamentos e materiais de ensino.

Escola Primária de Boikanyo em Ga-Rankuwa


As crianças decoram a nova biblioteca da escola


 Gugulethu, Cidade do Cabo, África do Sul

As bibliotecas contêineres são instaladas em escolas primárias de toda a África do Sul. Entre 800 e 1000 alunos irão se beneficiar com as novas bibliotecas. Os membros do Clube Soul Buddyz das escolas irão ajudar com a manutenção e utilização das bibliotecas contêineres. ONGs e outras organizações de alfabetização vão ajudar a incutir uma cultura de leitura entre as crianças.



A ajuda que as pessoas em geral e empresas podem fazer em prol das bibliotecas contêineres são as seguintes: apoiar e divulgar o projeto para que mais pessoas tenham a possibilidade de conhecê-lo; com patrocínio, disponibilizando a marca da empresa para ficar visível no contêiner; oferecendo doações de equipamentos, livros e outros materiais educativos; adotar uma das escolas onde ficará a biblioteca contêiner e levantar fundos; participar na pintura e na montagem do mobiliário da biblioteca.


Os contêineres são abrigos acessíveis, seguros, versáteis, servem para muitos projetos e, se necessário, podem ser facilmente transferidos para novos locais.

Leia mais:

Daniele Carneiro
contato@bibliotecadobrasil.com
Informações e fotos do site BreadlineAfrica.org

VocÊ pode gostar também

1 comentários

  1. Tem gente que vem ao mundo para fazer a diferença.
    Hoje em dia é muito fácil fazer uma revolução, eu dou um espirro aqui e o mundo fica sabendo.
    Imagine quando Mandela resolveu lutar por sua raça, sozinho, sem infra estrutura, sem apoio... isso é que é ser O CARA. Salve Mandiba!

    ResponderExcluir

Subscribe