Lançamento do livro infantil Capitu Lê de Jacqueline Carteri em Curitiba

4.2.18



A Jacqueline Carteri é nossa amiga e colaboradora do blog Bibliotecas do Brasil há muitos anos, enriquecendo o site como autora de artigos sobre acessibilidade em bibliotecas e espaços culturais, contação de histórias e muitos outros artigos sobre assuntos relacionados ao mundo dos livros e das bibliotecas. A Jac é uma das apoiadoras mais presentes desde o começo do blog e de nossas publicações independentes com a Magnolia Cartonera. Agora ela está se aventurando por uma nova e maravilhosa experiência em sua vida: como autora, ela publicou o livro “Capitu Lê” que será lançado no próximo dia 19 de fevereiro de 2018 às 19h em Curitiba.

Jacqueline começou sua carreira como pedagoga, e seguiu adiante em sua profissão como coordenadora de bibliotecas e espaços de leitura em Araucária, cidade da região metropolitana de Curitiba. São quase 20 anos que ela dedica sua vida trabalhando com projetos de incentivo à leitura, aos livros e às bibliotecas, de forma profissional, mas também de forma independente e individual, como uma atividade sempre presente e principalmente como um estilo de vida. Atualmente a Jac divulga sua paixão pelo incentivo à leitura através de uma página no Facebook, a Capitu Lê, e é também criadora do grupo de partilha de experiências de livros e leituras, o Compartilhando Leituras. Outra iniciativa importante da Jacqueline é o projeto de Bibliotecas Compartilhadas Capitu Lê que leva o amor à leitura e aos livros livres em vários locais de Araucária, atualmente com 9 bibliotecas livres montadas e ativas.



A Jacqueline conversou com o blog Bibliotecas do Brasil para falar um pouco sobre como foi o processo de criação e escrita do seu primeiro livro.

"Isso tudo começou em março de 2017. Foi um processo bem longo, quer dizer, a história estava na cabeça mas eu não acreditava muito nela. Acabei escrevendo e esqueci dela. De repente veio uma vontade de mexer com ela novamente, mostrar para as pessoas, melhorar e quem sabe publicar. Um revisor, amigo meu, Daniel Zanella, deu uma olhada no texto, me passou algumas dicas e a história foi melhorando. Devido ao fato de eu ter muito contato com histórias infantis, de contar histórias lindas, fiquei com vontade de ter a minha própria história para contar. No começo, era só um sonho, uma vontade, mas depois, passei a acreditar mais e investir na ideia.

Como foi o desenvolvimento do livro?
"Quando eu terminei de escrever e a história foi revisada, eu já tinha ela ilustrada na minha cabeça, mas sem o dom do desenho, procurei ajuda. Uma amiga que tinha escrito um livro há pouco tempo, me apresentou à ilustradora, super nova e acessível, a Maressa Dutra Lins. Passei a história para ela e fomos conversando. Eu falei como imaginava as ilustrações e ela captou muito bem. Os desenhos ficaram exatamente como pensei. Assim que as ilustrações ficaram prontas, esse amigo editor e a esposa (Daniel e Thais) me ajudaram com todo o processo gráfico. A Thais fez tudo para mim e durante esse processo, nos encontrávamos constantemente para discutir os acertos até chegar num formato gráfico que nos agradou. Aí, procurei uma gráfica que imprimiu os livros, são 150 exemplares ao total. Depois do livro pronto, antes da impressão, eu fiz o cadastro como editora na Biblioteca Nacional para conseguir o número do ISBN. Um amigo, o Nain Biernaski, que é bibliotecário fez a ficha catalográfica para mim. Enfim, contei com bastante gente que me ajudou e participei de todo o processo. Os gastos com o livro foram R$300 mais ou menos do cadastro para o ISBN, R$500 das ilustrações e R$2600,00 para impressão". 


Você pensou em lançar por uma editora ou já pensou em fazer de forma independente desde o começo?
"Até pensei Dani, andei olhando umas editoras aqui em Curitiba. Eles têm uns pacotes prontos, mais ou menos. Mas é tudo muito comercial. Tudo muito impessoal. Aí, conversando com meus amigos, resolvi fazer por conta". 

A Jacqueline está seguindo o caminho de autora independente. Os livros poderão ser comprados diretamente com ela. Ela fez um investimento para priorizar e realizar o seu sonho.

"Fazer parte de todo o processo de criação e desenvolvimento de um livro é muito gratificante, oportunidade que talvez eu não tivesse se fosse através de uma editora. Talvez seja mais fácil passar o texto para a editora e esperar o resultado, mas dessa forma como consegui fazer, sinto que tem um pouco de mim em cada etapa. Quanto aos custos, acredito que investi menos, mas existem muitas formas de 'se publicar' hoje em  dia. Livro infantil acho mais complicado por conta das ilustrações. Porque no meu caso, não desenho, então dependo de uma parceria".


Lançamento do livro "Capitu Lê" de Jacqueline Carteri


Com ilustrações de Maressa Lins, o livro será lançado no dia 19 de fevereiro de 2018 às 19h na Livraria Arte e Letra, na Alameda Dom Pedro II, nº 44, bairro Batel, Curitiba/PR. Os livros estarão à venda no lançamento.


Informações sobre o livro

Os livros "Capitu Lê" podem ser diretamente adquiridos com ela através do seu email kacque@yahoo.com.br ou através do Facebook da Jacqueline Carteri. Cada exemplar tem 24 páginas e custa R$35 reais. Para pessoas de fora de Curitiba, a Jacqueline está enviando os exemplares pelos Correios. O contato pode ser feito pelo email ou Facebook.

VocÊ pode gostar também

0 comentários

Subscribe