Bibliotecas Compartilhadas Capitu Lê - Amor pelo incentivo à leitura

14.5.17


Apresentamos a você as recentes iniciativas da nossa amiga, incentivadora, colaboradora e leitora Jacqueline Carteri, que ajuda a motivar muitas leitoras e leitores através das sua página Capitu Lê e do grupo Compartilhando Leituras (ambos no Facebook). Durante mais de uma década Jacqueline esteve ligada profissionalmente aos departamentos de cultura, literatura e à biblioteca da sua cidade. Nos últimos anos a Jac colaborou ativamente para enriquecer com vários textos (acesse para ler todos eles) o blog Bibliotecas do Brasil sobre acessibilidade em bibliotecas, contação de histórias e também sobre montagem e organização de feiras de troca de gibis.
Mas em 2016, a Jac sentiu vontade de expandir as ações que já vinha realizando desde sempre e resolveu fazer seu próprio projeto de incentivo à leitura independente. Ela reuniu suas amigas e amigos e transformou a página Capitu Lê em um projeto que está montando bibliotecas livres compartilhadas, e também fazendo contações de histórias em comunidades vulneráveis. As Bibliotecas Compartilhadas Capitu Lê são minibibliotecas livres que estão sendo montadas em vários locais da cidade de Araucária e também em Curitiba.  Leia o relato da Jacqueline para o blog Bibliotecas do Brasil sobre suas atuais atividades de incentivo à leitura.

"A ideia de partilhar livros, você sabe, é antiga. Vem antes mesmo das minibibliotecas. Comecei a pensar em ações que fizessem a diferença na vida das pessoas. Aí começamos, eu com a ajuda de alguns amigos que trabalhavam comigo, a fazer algumas atividades isoladas, com contação de histórias. Fizemos primeiro no Instituto Schnorr no bairro Campina da Barra em Araucária, levamos livros também para doar". 
Nicolas, Jacqueline e Simone, trio de amigos contadores de histórias e incentivadores da leitura 

"Todos que me conhecem sabem que amo a leitura e acredito no seu poder. Como mediadora sempre trabalhei com crianças, contando histórias e tentando espalhar um pouquinho de encanto através da palavra. Como estou há muito afastada, foi batendo uma vontade de fazer alguma coisa e eu e meus parceiros Simone Nunes e Nicolas decidimos fazer uma contação de histórias no Instituto Schnorr, no bairro Campina da Barra em Araucária. Depois, fizemos uma ação no Jardim Israelense, conversamos com o pessoal da comunidade, montamos uma biblioteca comunitária e contamos histórias. Levamos doações de livros para as crianças. Infelizmente essa biblioteca pegou fogo. Depois dessas duas experiências isoladas, que nem chamamos de projeto, mas sim ações pontuais, pensamos que poderíamos fazer alguma coisa mais elaborada, aí pensamos nos banners e começamos a juntar nossos livros". 
Ações de incentivo à leitura e contação de histórias da Capitu Lê

Simone, Jacqueline e Nicolas fizeram contações de histórias para as crianças e adultos do Jardim Israelense em Araucária, com o projeto 'Capitu Conta', mais uma iniciativa da Capitu Lê.
"Um pouco de desapego aqui, outro ali, conseguimos o suficiente para montar uma biblioteca compartilhada. Usamos a página Capitu lê como referência e responsável pelo projeto no Centro de Reconstrução Óssea no Hospital Vita, onde faço meu tratamento. Depois colocamos aqui em Araucária, mais 30 livros na Clínica de Psicopedagogia de uma amiga, que quando contei sobre o projeto, achou o máximo. Aliás, todos os lugares que colocamos foram porque amaram a ideia e se empolgaram mesmo".

Biblioteca Compartilhada Capitu Lê no Instituto Aprendizagem e Desenvolvimento - Clínica de Psicopedagogia
"Eu entrei em contato com o SISMMAR, sindicato dos professores municipais e lá montamos mais um espaço. Minha mãe começou a fazer acupuntura em uma clínica aqui em Araucária também e eu conversei com a dona, que também achou a ideia maravilhosa e montamos mais duas bibliotecas livres. Na clínica dela e na pizzaria do marido dela. E ainda tenho livros para mais uma ou duas". 

Pizza e livros: "Que tal sair para comer uma pizza e matar sua fome de leitura? Sim! Na Pizza Hot agora você encontra mais uma biblioteca compartilhada Capitu Lê. É só levar um livro que você já leu e trocar por qualquer outro da estante. Porque livros foram feitos para circular. Bom apetite e boas leituras!" 



A Jacqueline ficou muito feliz em ver a Biblioteca Compartilhada Capitu Lê, no Centro de Reconstrução Óssea, funcionando segundo ela "de vento em popa aos cuidados da querida Maria Rita Tomacheski De Del Hoyo. Obrigada amigos por compartilharem essa ideia!"

"Como as pessoas estão curtindo a ação, toda hora alguém doa um livro ou outro. Os amigos mesmo, o pessoal da família, aos poucos todos estão aprendendo a desapegar. Só tenho tido retorno positivo dos lugares. Lá no Hospital Vita a secretária do meu médico disse que várias pessoas emprestam, pacientes que vêm de fora e se hospedam aqui para tratamento de fisioterapia e encontram nos livros um passatempo. Funcionários que levam livros para ler com os netos e para eles mesmos, é muito legal. Lá na clínica da minha amiga, esses dias, deixaram até um bilhetinho, agradecendo pelo livro. Essa última que montamos, a menina já me disse que as pacientes ficaram encantadas com os livros e que uma já levou um para ler, e disse que ia trazer mais cinco. O que é ótimo né? Na verdade até agora todas estão se mantendo sem necessidade de reposição, se bem que eu levo às vezes lá no Vita um livro ou outro que eu já li. Mas as pessoas levam também e tem devolvido". 
Mais uma biblioteca compartilhada em ação! Essa foi montada no Sindicato dos Servidores do Magistério Municipal de Araucária e está à disposição dos professores associados. Desejamos sucesso na parceria.


Mais uma biblioteca compartilhada está funcionando a todo vapor na Clínica Vitali em Araucária. As clientes que vão lá cuidar da saúde e da beleza podem emprestar, ler, devolver, trocar ou doar livros sem burocracia. Que tal desapegar e montar um espaço assim na sua cidade?
"Dificuldade mesmo eu não encontrei ainda, a única coisa que eu sinto é que as pessoas ainda se preocupam com a não devolução, aí explico que os livros são livres, se não devolver não tem problema, que podemos repor, essas coisas. Além do banner, eu também fiz um carimbo, para colocar pelo menos no acervo inicial. Então ao todo agora já temos 5 bibliotecas compartilhadas em espaços bem variados.
Estou bem feliz porque mesmo sabendo que a página Capitu Lê é bastante visualizada, que as pessoas gostam das postagens, eu estava sentindo necessidade de fazer algo mais concreto. Eu não estava vendo sentido em fazer um discurso todo lindo sobre o incentivo à leitura e não fazer nada no real, sabe? Agora acho que estou mais satisfeita. Acho também que através do exemplo da ação as pessoas acabam se desapegando também, compartilhando e o mais importante, lendo mais. 


Confira as orientações das Bibliotecas Compartilhadas Capitu Lê que estão escritas nos banners:

Capitu Lê e você também pode

— Traga qualquer livro de literatura, novo ou usado
— Deve ser um livro bom
— Troque seu livro por qualquer livro da prateleira Capitu Lê
— Caso goste de algum título, mas não tem outro para trocar, é só levar, ler e devolver
— Aproveite e divulgue esse projeto de bibliotecas compartilhadas



Para encontrar as Bibliotecas Compartilhadas Capitu Lê

  1. Instituto Aprendizagem e Desenvolvimento: Rua Rua José Huttner, n°168 - Bairro Jardim Orly | Araucária/PR
  2. Pizza Hot e Petiscaria: Rua Pedro Druszcz, nº 465 - Centro | Araucária/PR
  3. Centro de Reconstrução Óssea - Hospital Vita Curitiba: Rodovia BR 116 km 396, nº 4.021 - Bairro Alto | Curitiba/PR 
  4. SISMMAR Sindicato dos Servidores do Magistério Municipal de Araucária: Av. Beira Rio, nº31 - Jardim Iguaçu | Araucária/PR
  5. Vitali - Acupuntura, estética e pilates: Rua Fernando Suckow, nº275 sala 13 - Centro | Araucária/PR

Contato
Para entrar em contato com a Jacqueline Carteri escreva para kacque@yahoo.com.br 
Você também pode se comunicar com a Jacqueline através da página Capitu Lê e participar do grupo Compartilhando Leituras. Capitu Lê também está no Instagram: @capitu_le

Gostou? Temos mais ideias para você na Loja Bibliotecas do Brasil


Quer aprender como montar a sua própria minibiblioteca livre? Conheça o livro 'Ideias para Bibliotecas Livres' do blog Bibliotecas do Brasil. Se você precisa de ideias instigantes para o seu projeto de incentivo à leitura, o livro 'Ideias para Bibliotecas Livres' é o livro ideal para você. Ele irá te ajudar a compreender e realizar cada uma das etapas de montagem de uma biblioteca livre, e planejar ações de incentivo à leitura e partilha de livros com dicas especiais. O livro funciona como um manual prático, e foi baseado em nossas experiências na montagem de bibliotecas livres e bibliotecas comunitárias. Nós vamos partilhar com você como transformar sua vontade de montar uma biblioteca livre em realidade, com dicas, sugestões e ferramentas bastante simples que abrangem desde a escolha de um local, dos livros para disponibilizar nas biblioteca, como fazer campanhas de arrecadação e como envolver as pessoas no seu projeto. Compre direto em nossa loja online.

Matéria: Daniele Carneiro
Arte: Juliano Rocha
Fotos: cedidas pela Jacqueline Carteri - Capitu Lê
Inscreva-se para receber gratuitamente a Newsletter Expresso

VocÊ pode gostar também

1 comentários

  1. Obrigada pelo apoio, sempre. É uma honra estar presente novamente por aqui!

    ResponderExcluir

Subscribe