Sopa, artesanato e biblioteca - Grupo G-MÃO trabalha em todas as frentes solidárias

14.4.13

Letícia Fontoura é uma advogada, professora formada e moradora de Gravataí, no Rio Grande do Sul. Ela começou a visitar vilas carentes da cidade com um grupo de amigas para fazer sopa e conversar com as moradoras. As conversas evoluíram para aulas de artesanato. Até que um belo dia, já deitada na cama pronta pra dormir, formou-se na mente de Letícia a imagem de uma montanha de livros. As ideias começaram a brotar, ela levantou e passou a noite trabalhando, pesquisando e escrevendo, e nunca mais parou. A obstinada moça fez campanha de arrecadação de livros entre os amigos, catou umas caixas, encheu o carro, e seguiu feliz para as vilas. Levou junto uma mesa de montar e assim estava criada a Biblioteca Itinerante Estrela do Saber. Ela começou então a emprestar livros para as crianças e também para os adultos e passou a incentivá-los à ler.
Segundo a Letícia, o contato com os livros foi uma grande novidade para os moradores das vilas Xará, Morada dos Carvalhos e Rincão da Madalena, pois elas estão localizadas distantes do centro de Gravataí, e não têm nada por perto. Gravataí só tem um biblioteca pública e os moradores das vilas não tinham conhecimento da existência dessa biblioteca na cidade. Praticamente nenhuma criança lia, nunca haviam pegado um livro bonito nas mãos. As escolas municipais são muito pobres, com raras exceções. 90% das crianças e das mães nunca entraram em uma biblioteca. Atualmente não há campanhas de incentivo à leitura por parte do município, nem uma atenção especial em difundir a leitura para as pessoas que moram em bairros afastados.

Biblioteca Itinerante Estrela do Saber

Mas Letícia percebeu que poderia seguir adiante e conseguir maiores benefícios para as comunidades. Agora ela e suas amigas conseguiram locais fixos, onde estão montando as bibliotecas que serão frequentadas pelos moradores. Esta é a primeira Biblioteca Comunitária Estrela do Saber (foto abaixo) do G-MÃO - Grupo de Mãos em Ação que fica no Centro Cultural Gustavo Perez, na zona rural de Gravataí, no Xará. A biblioteca está sendo organizada no Centro Cultural que irá atender a comunidade. Com ajuda de amigos, as voluntárias organizaram uma rifa para realizar a pintura das paredes, e também contaram com colaboradores para as doações dos livros. O bairro Xará fica na zona rural, mas é um local urbanizado que já foi uma ocupação irregular onde a prefeitura fez o assentamento das famílias. A biblioteca fica num antigo estábulo de cavalos e vacas, e atenderá 300 crianças.

Biblioteca Estrela do Saber do bairro Xará

Prateleiras em fase de organização

Essa é a 2ª Biblioteca Estrela do Saber que está sendo montada está localizada no Rincão da Madalena na zona urbana, mas afastada do centro de Gravataí, numa região bem carente. A biblioteca fica na Casa Esperança que foi doada por uma pessoa querida do grupo. Esta biblioteca ainda precisa de doações de livros, onde 30 crianças serão atendidas mas os planos do G-MÃO são de ampliá-la. A biblioteca também terá uma brinquedoteca disponível para as crianças, e um salão onde aulas de artesanato serão ministradas para a comunidade.

Espaço da brinquedoteca e biblioteca do Rincão da Madalena

Na Morada dos Carvalhos a biblioteca atende 75 crianças, é localizada na zona urbana, mas  em um local onde há muito mato e barro. Lá o grupo G-Mão tem o telhado e as bases de um galpão, para onde é levada a biblioteca itinerante. Essa biblioteca também está precisando de doações de livros infantis e juvenis. A Letícia também arrecada livros para adultos (exceto livros didáticos).

No ano passado a Letícia contou um pouco sobre o início da biblioteca...

"Gostaria de mostrar para vocês, um pouco do meu trabalho relacionado à literatura. No início deste ano (2012) montei uma Biblioteca Itinerante, a Estrela do Saber. Arrecadei livros e coloquei tudo em caixas no meu velho Corsa e fui para uma vila muito carente, aqui em Gravataí/RS. Eu já fazia lá atividades de assistência material e aulas de artesanato para as mulheres, mas, sabia que estava faltando o principal: os livros!

O galpão ainda sem as paredes onde são realizadas as atividades do G-Mão

Foi um grande sucesso principalmente entre as crianças. Consegui fazer alguns contatos que me disponibilizaram um galpão na zona rural, numa área ocupada irregularmente que acabou se transformando em uma vila, onde não há acesso a nada, nem celular, nem internet, que dirá cultura e informação.
A Biblioteca Comunitária Estrela do Saber está se formando. Conseguimos doações de computadores, e com muito sacrifício e trabalho voluntário de anjos queridos, temos internet à rádio. Estou agora em plena campanha para comprarmos a tinta para a pintura do local. A reforma está indo muito bem. Até banheiro com piso terá, tudo doado. Já tenho bastante livros, mas, preciso muito arrecadar mais livros infantis e infanto-juvenis. Fiquei muito feliz quando descobri o trabalho de vocês na internet. Estou lendo tudo e se me permitirem, copiarei algumas ideias. Tenho um perfil no face, Leticia Fontoura, e uma página no Facebook, G-MÃO Grupo de Mãos em Ação, com as atividades da Biblioteca Estrela do Saber. Um grande abraço, e... Viva os Livros!!! Att., Leticia.

Para ajudar as Bibliotecas Estrela do Saber

Com doações de livros de preferência infantis: A Leticia Tafra Fontoura é uma das responsáveis pelo trabalho do G-MÃO, e recebe as doações de livros em seu endereço:  Avenida José Loureiro da Silva, nº 1056, Centro, Gravataí/RS, CEP: 94010-000. O pessoal do Grupo G-Mão também está precisando de caixas de madeira ou de plástico, para acomodar os livros da Biblioteca Itinerante Estrela do Saber, pois, as caixas de papelão não duram muito e às vezes acontece de abrir, os livros caem no chão, e ficam sujos.

Outras doações que o G-MÃO arrecada durante todo o ano:

Roupas: Doação de roupas infantis e femininas, agasalhos e cobertores em bom estado. Sapatos infantis e para adultos em bom estado que ainda possam ser utilizados.
Alimentos em geral: Leite, achocolatados, biscoitos, arroz, feijão, óleo, açúcar, polenta, massa, molho, farinha.
Utilidades domésticas: O grupo também aceita doação de tapetes (exceto carpetes),  tecidos, tesouras de costura,  caixas de plástico organizadoras, material de limpeza,  vassouras, baldes, esfregões.
Higiene pessoal: Fraldas.
O Grupo G-MÃO é formado por mulheres libertárias, e não tem nada a ver com religião. São elas: Leticia Fontoura, Teresa Cunha, Ana Cruz, e Marilene Custódio. Os projetos futuros, segundo Leticia são amplos, e envolvem contação de histórias, artes visuais para as crianças, palestras na área de saúde, concursos culturais, teatro, música, e o projeto para uma vernissagem com as obras das crianças, que serão feitas com o tema dos livros lidos. Leticia também sonha em um dia dar aulas de alfabetização para adultos. E isso tudo é apenas o começo.
Eu não deixo meus livros presos na estante.
Se você também doa seus livros, use este adesivo com orgulho! 

Daniele Carneiro - Bibliotecas do Brasil
contato@bibliotecasdobrasil.com

Leia mais:

VocÊ pode gostar também

1 comentários

Subscribe