Biblioteca de Mártires Zumaluma em Embu das Artes/SP

3.7.13


Em 1998 foi criada na cidade de Embu das Artes/SP, a Biblioteca de Mártires Zumaluma, um polo de educação e disseminação de cultura na favela do Inferninho. Um barraco abandonado foi transformado em uma biblioteca que logo aumentou suas atividades para fornecer à comunidade um espaço cultural, onde os jovens e crianças pudessem emprestar livros, e fazer cursos relacionados ao mundo do hip hop e seus quatro elementos: DJ, MC, Break e Graffiti.

Hoje a biblioteca está instalada em um local maior e atua em múltiplas áreas, como a organização de eventos musicais e culturais para a população, e a promoção de diversos cursos como: idiomas (inglês e espanhol), informática, audiovisual, música (violino, percussão, violão, DJ, canto, cavaquinho, técnico de som), curso pré-vestibular, esportes (judô, futebol), jornalismo, artes (graffiti, desenho, fotografia, teatro, dança de rua e capoeira), e contação de histórias. Todos os cursos são gratuitos. Além de todas essas atividades culturais, as crianças do grupo mirim de batucada desfilam no carnaval municipal com o Bloco BatucaZuma.


Elaine Braga, uma das responsáveis pela biblioteca e pela manutenção de toda a fundação, nos contou esta história:

A Biblioteca de Mártires Zumaluma
"Nossa biblioteca é denominada 'Mártires' por conta dos livros ou biografias de personalidades históricas que lutaram por causas importantes. Também incluímos em nossa biblioteca livros de história, mais especificamente acadêmicos, de direito, além de literatura brasileira e estrangeira, poesias e livros de literatura marginal, que são de autoria de artistas que em geral moram nas periferias. Temos livros que abordam temas específicos voltados às artes visuais em geral, cultura, infanto-juvenis, entre outros. O intuito no início era termos mais exemplares de biografias de mártires como Malcolm X, Martin Luther King, Mandela, etc., porém temos poucos volumes".



A Fundação Zumaluma
A Fundação Zumaluma foi fundada pelo rapper Kaab "Vulto" Al-Qadir, de um desejo de prover aos moradores do Inferninho sua própria noção histórica, fazendo com que eles se situem dentro dela, e passem a buscar conhecimento dentro desta perspectiva, se reconhecendo como cidadãos conscientes de seus direitos e deveres perante nossa sociedade.
O local aumentou de tamanho e conquistou apoio de artistas conhecidos nacionalmente como GOG, Sérgio Vaz, Rappin Hood, Záfrica Brasil e O Rappa, bem como de militantes do movimento negro e da comunidade local.



O nome e o funcionamento da biblioteca
Elaine explicou de onde surgiu o nome da biblioteca: "As influências do Hip-Hop e da cultura negra, assim como o espírito de resistência, deram nome à Associação ZUMALUMA, formado pelas iniciais de ZUmbi dos Palmares, MAlcolm X, Martin LUther King e Nelson MAndela".
"Nosso cadastro é muito simples, pois os usuários são da região e em maioria são alunos do núcleo, pedimos somente dados como endereço, e-mail e telefone para contato, nome completo e do responsável e idade. Nós emprestamos até dois livros com um prazo de uma semana para leitura cada um".

Uma nova fase
A Biblioteca Zumaluma completa 15 anos de existência, mas ao longo dos anos passou por uma reintegração de posse de espaço e mudou de endereço. Atualmente ela funciona no Jardim Santa Tereza em Embu das Artes. Elaine nos contou mais: “desde o início da fundação notamos um significativo aumento no interesse pela leitura por adolescentes, crianças e adultos”.

Quem faz tudo isso acontecer
"Nossa turma de trabalho é formada pelo Presidente Kaab Al Qadir, Stefany Lima, Felipe BCS e eu Elaine Braga, e todos nós diariamente ajudamos a manter a biblioteca e o espaço que funciona também como Ponto de Cultura, onde realizamos eventos, reuniões e oficinas culturais".

Doações de biografias
No momento são raras as doações que a Biblioteca Zumaluma recebe, e ela está precisando de toda colaboração para disponibilizar biografias no acervo. Para continuar a ideia inicial do projeto de fornecer referenciais de base histórica aos moradores da comunidade. A biblioteca não recebe livros didáticos e religiosos.
Caso tenha livros de história e biografias, envie para:

Zumaluma
Rua Cerqueira César, 703 - Jd. Santa Tereza - Embu das Artes/SP. 
CEP: 06813-000
Telefone: (11) 4553-8928
Facebook - Site
E-mail: zumaluma@zumaluma.org
Funcionamento: Segunda a sábado, das 10h às 20h. Em decorrência de eventos, podem ocorrer variações no horário de fechamento.


Juliano Rocha Fotos e logo: Zumaluma
Arte: Juliano Rocha
bibliotecasbr@gmail.com

VocÊ pode gostar também

1 comentários

  1. Gente ultimamente tenho tido muitas surpresas boas.
    Zumaluma foi uma, pena estar tão distante de nossos jovens de Pratinha.
    Eliane, Deus te dê muita saúde e força para seguir em frente, brasileira guerreira, (raçuda)

    ResponderExcluir

Subscribe