Apoie a Literatura Marginal: Ferréz lança financiamento coletivo para Datilógrafo do gueto

19.3.18


O escritor Ferréz do Capão Redondo em São Paulo, que há mais de duas décadas está trabalhando de forma independente, com seu primeiro livro lançado em 1997, é uma das mais importantes vozes da Literatura Marginal, e agora, lança uma campanha contínua de financiamento coletivo na plataforma Apoia-se, com o objetivo de finalizar o livro "Datilógrafo do gueto" projeto ao qual Ferréz está se dedicando há muitos anos, escrevendo e construindo.

"Tem sido uma correria espalhar literatura por tantas periferias do Brasil. Venho produzindo a 20 anos: textos, palestras e vídeos sobre cultura da periferia e todo esse conteúdo sempre foi disponibilizado no meu blog e no Facebook. Além disso rapa, todo esse trabalho é próprio e tudo que crio e produzo tem a visão de formar novos leitores e trazer o senso crítico pro nosso povo e pra todos que simpatizam com a causa".
Ferréz convida as pessoas que gostam do trabalho dele entre seus poemas, contos e romances, a colaborar efetivamente com o conteúdo que ele coloca no ar, e a considerar apoiar seu trabalho. Assista o vídeo da campanha feito pelo Ferréz.
"Se você acha dá hora o que escrevo, entre poemas, contos, os romances, e se pá, se sente grato pelo conteúdo, considere apoiar um trabalho que é importante para você! Meus poemas, críticas e tal são gratuitos. Meus vídeos no youtube são gratuitos. E você, contribuindo, ajuda a manter esses conteúdos gratuitos e acessíveis certo? Além de fortalecer minha caminhada para terminar o próximo livro. Percebe a importância do seu papel?"

Como apoiar
Na campanha de financiamento coletivo lançada por Ferréz, você pode apoiar com qualquer valor mensalmente, a partir de R$1,00 (um real) até mais de R$50,00 (cinquenta reais). Você pode escolher um valor que esteja de acordo com o seu bolso, e mesmo que esse valor não faça diferença para você, tenha certeza de que ele faz muita diferença para o trabalho de um autor independente. 

Recompensas
Além da satisfação pessoal de apoiar um trabalho que você considera importante, Ferréz criou o Selo Povo que é uma editora e a 1DASUL que é uma loja vende livros e roupas. Ao colaborar com sua campanha, você automaticamente fortalece todo um cenário da cultura periférica. Segundo Ferréz essa "é a roda de gratidão girando!"

— Colaborações começando com R$1,00 (um real) dão acesso a textos exclusivos na página dos apoiadores da campanha.
—  Colaborações a partir de R$ 5,00 (cinco reais) por mês, você também passa a ganhar conteúdo exclusivo na plataforma. Ferréz vai enviar trechos, poesias, comentários e vídeos exclusivos sobre Literatura Marginal. 
— Com R$ 20,00 (vinte reais) mensais, o livro exclusivo desse projeto (Datilógrafo do gueto) assim que ficar pronto, vai chegar na sua casa. A campanha terá duração de 12 meses.
— Com R$ 25,00 por mês você também receberá o livro e a camiseta oficial, que  Ferréz oferece com muito carinho, como uma forma de demonstrar a gratidão dele pelo apoio. 
"Pronto para apoiar esse escritor problemático, mas sincero?
Agora é com você: escolha o valor que caiba no seu bolso e no seu coração, e faça parte desse grupo de apoiadores que apoiam o Datilógrafo do gueto a terminar o livro e gerar conteúdo literário pra quem curte a Literatura Marginal. Acesse: https://apoia.se/datilografodogueto"



Além do Selo Povo e da loja 1DASUL, Ferréz também é responsável pela criação e fortalecimento da ONG Interferência, uma instituição que quer mudar a realidade. A Interferência funciona desde 2009, oferecendo educação, cultura e arte para crianças e jovens de 6 a 16 anos. No Jardim Comercial, bairro pertencente ao Capão Redondo, extremo sul da zona sul de São Paulo, residem 320.000 pessoas. Não havia biblioteca ou um espaço que tivesse atividades culturais, recreativas e educativas que estivessem acessíveis o dia inteiro, inclusive para atividades contraturno. Agora existe a Interferência para apoiar crianças e adolescentes. 

Páscoa 2018 da Ong Interferência
E ainda dá tempo para você contribuir com a Páscoa 2018 da Ong Interferência, para doar ovos de páscoa e caixas de bombons, entre em contato através do WhatsApp (11) 5873-3578. No próximo sábado, dia 24/03/2018, o pessoal da ONG Interferência estará no Shopping Campo Limpo em São Paulo, no Extra Hipermercados, fazendo uma campanha de arrecadação de ovos de páscoa. Colabore com a festinha de Páscoa da Interferência.

Leia mais sobre o Ferréz no blog Bibliotecas do Brasil:


Fotos: Ferréz e Ong Interferência
Coleta de informações e texto: Dani Carneiro

VocÊ pode gostar também

0 comentários

Subscribe