Magnolia Cartonera participa do Manchester Street Poem Workshop – Connect, Create, Build With Us

27.3.21

 

Manchester Street Poem ( @mcrstreetpoem ) é uma iniciativa multimídia que produz arte coletivamente, e que envolve como principal atividade, a pintura em papelão para registrar relatos das vidas de pessoas que já estiveram ou ainda se encontram em situação de vulnerabilidade social, conhecendo a dura realidade de morar nas ruas de Manchester na Inglaterra.

O coletivo usa o papelão como um meio de expressão artística e serve como telas, murais e instalações de arte para receber as histórias, relatos e lembranças escritas por pessoas que, infelizmente, são sistematicamente excluídas da sociedade, e que geralmente não têm espaço no mundo das artes como autoras e criadoras de arte e de literatura. O coletivo gera oportunidades para que todos possam ser artistas e se e envolver em atividades artísticas e literárias ao escrever suas próprias histórias.


MCRStreet Poem é uma coleção crescente de histórias que ampliam as vozes das comunidades marginalizadas da cidade de Manchester, e essas narrativas são contadas pelas próprias pessoas que as viveram, que têm experiência em primeira mão do que significa ser sem-teto e estar às margens da sociedade. O projeto é idealizado por Karl Hyde e Rick Smith da banda @Underworld – Sim! Aquele Underworld

Eu acompanho o trabalho do MCRStreet Poem desde 2019, e agora, durante três dias consecutivos (23, 24 e 25 de março de 2021) eu tive a maravilhosa e fantástica experiência de participar do workshop criativo online de arte em papelão realizado pelo MCRStreet Poem e pude entrar em contato com a estética do grupo. Eu ainda estou processando toda a experiência, e certamente vou partilhar mais detalhes desses três dias de workshops incríveis. Muito feliz de ter vivido esses momentos tão especiais e por ter sido acolhida com tanto carinho.



Na foto: eu (Dani Carneiro/ Magnolia Cartonera) Simon Leroux (MCR Street Poem), Sheena (MCR Street Poem) e Karl Hyde (MCR Street Poem e Underworld).


Texto e foto: Daniele Carneiro (Magnolia Cartonera | Blog Bibliotecas do Brasil)


VocÊ pode gostar também

0 comentários

Subscribe