Bibliotecas públicas abertas para pessoas em situação de vulnerabilidade

29.7.16

Essa mudança de mentalidade é pra ontem! A presença de pessoas em vulnerabilidade utilizando os serviços das bibliotecas públicas sem serem impedidas, discriminadas e sem passar por constrangimentos é imprescindível. 
Já passou da hora de as bibliotecas realmente se tornarem locais democráticos legítimos e abrirem suas portas para pessoas em situação de vulnerabilidade. As bibliotecas podem e devem usar todos os recursos que tem acessíveis para funcionarem como um ponto de apoio para moradores de rua. A exigência burocrática pela apresentação do comprovante de residência gera exclusão e impede o acesso aos livros, e aos serviços prestados por uma biblioteca. 
Eu dediquei vários tópicos dos capítulos do livro 'Guia Prático para Bibliotecas Comunitárias' para falar sobre esse tema. Aqui no blog Bibliotecas do Brasil, nós torcemos cada vez mais pela presença de bibliotecas atentas à diversidade e às necessidades humanas.
Nós precisamos com urgência dessa mudança de mentalidade nas bibliotecas.

Carlos Augusto Durval dos Santos, de 56 anos encontra-se em situação de vulnerabilidade e utiliza a Biblioteca Pública Estadual Dr. Isaías Paim em Campo Grande no Mato Grosso do Sul diariamente.
Foto: Thailla Torres (Campo Grande News)
Como leitoras e leitores precisamos nos desafiar a revisar nossos preconceitos e à combatê-los diariamente. Como incentivadora(e)s da leitura precisamos repensar nosso papel à serviço da inclusão. Quando se fala em inclusão e acessibilidade a tendência de uma parte das pessoas é achar que são duas coisas impossíveis de caminharem juntas, e a tendência é calar o debate. Se não revisarmos nossa mentalidade sobre determinados assuntos, o mundo não evolui para uma realidade igualitária.

Conheça nossos livros sobre bibliotecas comunitárias e bibliotecas livres




VocÊ pode gostar também

1 comentários

  1. Olha, achei muito interessante essa ação da biblioteca que realmente se dispõem a cumprir sua função de transmitir informação e conhecimento de forma democrática. Com certeza quero pesquisar mais a respeito. Acredito que estas pessoas que estão em situação de vulnerabilidade, devem ser muito impactadas, podendo ter um livro nas suas mãos.

    ResponderExcluir

Subscribe