7 conselhos de vida por Jack Kerouac

12.3.15

O autor de On the Road: Pé na Estrada conseguia colocar nos seus livros - em meio ao relato de suas viagens, aventuras e loucuras cruzando os Estados Unidos - lições que podem ser utilizadas na vida de muitas pessoas. São pérolas de sabedoria, simples no estilo, com poucas palavras, mas que possuem um profundo significado. É preciso ler Jack Kerouac para localizar sua identificação particular com algum dos aspectos de sua múltipla e viva filosofia.
Em seus Diários ele revela muito de si mesmo, e dos amigos que frequentavam seu universo, seus pensamentos sobre eles, as pressões da sociedade sobre suas costas, o mal estar por não ter emprego e não ter identificação nenhuma com o sistema que obriga as pessoas a trabalharem em atividades que não entendem e não gostam, mas serem obrigadas a fazer isso por causa da necessidade do dinheiro, o seu constante medo de fracassar, o fantasma da pobreza, sua vontade enorme de largar tudo e viajar o mundo, e o seu enorme amor pela humanidade.

Confira algumas citações de Jack Kerouac abaixo:
Nenhum homem deveria passar pela vida sem ao menos uma vez experimentar a saudável, e até chata solidão na natureza, encontrar-se dependendo apenas de si mesmo e assim aprender a sua verdadeira força interior. Aprender por exemplo, comer quando está com fome e dormir quando está com sono. - O Viajante Solitário
•••
Nada atrás de mim, tudo à minha frente, como sempre acontece na estrada. - On the Road: Pé na Estrada
•••
A melhor professora é a experiência e não a opinião distorcida de alguém. - On the Road: Pé na Estrada
•••

Maldito aquele que pensa e pensa mas nunca está feliz em seus pensamentos, que nunca pode dizer - Aqui estou eu, pensando. - Diários de Jack Kerouac 
•••

Tudo o que eu quero desse livro é um meio de vida, dinheiro suficiente para viver, comprar uma fazenda e um pedaço de terra, trabalhar nela, escrever um pouco mais, viajar um pouco mais, e por aí vai. - Diários de Jack Kerouac 

•••

Prometo que nunca vou desistir, e que morrerei gritando e rindo. - Diários de Jack Kerouac 
•••
Isso é o que eles fazem, sorrindo pensam em mim, mesmo quando passo invernos longos, de solidão e luta para ficar implacável, silencioso, majestoso. - Diários de Jack Kerouac
•••
Não use o telefone.
As pessoas nunca estão prontas para responder.
•••

Texto: Juliano Rocha e Dani Carneiro
Arte: Juliano Rocha sobre foto de Tom Palumbo.
contato@bibliotecasdobrasil.com

Leia mais:

VocÊ pode gostar também

2 comentários

  1. Juliano, adoro o Kerouac desde sempre e gostei muito da reportagem, um abraço querido!

    ResponderExcluir

Subscribe