Confraria Vermelha – Livraria de Mulheres

12.3.15

De vez em quando ao passear pela internet em busca de notícias interessantes eu encontro projetos especiais, diferentes e completamente inspiradores. Dessa vez a iniciativa que me encantou é uma campanha de crowdfunding que está sendo realizada no Porto em Portugal. Nós já mostramos aqui no blog diversas iniciativas interessantes do país, entre elas uma biblioteca livre muito querida, uma biblioteca itinerante, uma feira do livro que deu o que falar e muitas outras ações - para ler sobre cada uma delas navegue pela tag 'Portugal'.

Agora, conheça a Confraria Vermelha, uma livraria de mulheres, uma iniciativa de Aida Suarez, um projeto incrível que também irá inspirar mulheres e livrarias brasileiras. Vamos torcer para que a iniciativa consiga alcançar o valor necessário para o financiamento de tão relevante projeto. Num dos posts da Confraria Vermelha no Facebook a seguinte frase prendeu minha atenção:


"Se és como a Susan Sontag, que ri quando lhe dizem que se continuar a ler tanto não vai casar, vais gostar deste projecto. Sim, quando o padrasto lhe disse isso, Susan deu uma gargalhada, pois nem sequer cogitou casar com alguém que não gostasse de livros. Se gostas de livros esta é a tua livraria".

Campanha de Crowdfunding - Livraria de Mulheres

Texto do site PPL - Crowdfunding Portugal.


"O objectivo desta campanha é poder abrir um espaço no Porto de livros e partilha e o que melhor do que uma Livraria de Mulheres?! Um lugar onde cada uma possa encontrar os seus livros favoritos, as suas autoras preferidas e mil actividades para fazer sozinha ou em companhia.

Nos últimos anos quando viajo procuro saber se há alguma livraria de mulheres e coloco-a na lista dos lugares a visitar. Não é apenas por uma questão de livros é também por uma questão de “espaço”. As livrarias de mulheres são um lugar de encontro, um lugar para conversar calmamente sobre livros, actualidade… onde te podes juntar a uma oficina, a uma projecção…um lugar onde encontras livros que falam de igualdade, de conquistas, de lutas, de sexualidades, de violências, de maternidades, de arte, de poesia… de vida".

Porquê uma livraria de Mulheres?


"A literatura é um espaço predominantemente branco, masculino e hétero. As listas de leitura obrigatória das escolas e de livros premiados são uma amostra de como mulheres escritoras são desvalorizadas pelas editoras e às vezes pelxs próprixs leitorxs. Queres que as mulheres sejam (mais) lidas. Eu também!
Uma Livraria de Mulheres recolhe um fundo bibliográfico muito importante, impossível de encontrar em outras livrarias generalistas. Numa Livraria de Mulheres podemos encontrar tudo o que se tem escrito por e sobre mulheres. O objectivo desta campanha é poder abrir "Um quarto próprio"(uma livraria), como sugeriu Virgínia Woolf, onde podemos caber todas. Onde cada uma possa encontrar os seus livros favoritos, as suas autoras preferidas e mil actividades para fazer sozinha ou em companhia".

"Sempre amei os livros e sempre sonhei em ter uma livraria (e um cinema também). Ainda criança sonhava em estar no balcão de uma livraria daquelas que cheiram como deve de ser a livros, a histórias e a palavras e não a ambientador e desinfectante de grande superfície. Sonhava em passar os meus dias num espaço onde celebrar o dia do livro, o dia da Mulher, onde organizar sessões de contos e clubes de leitura. Apresentações de livros, concertos e projecções de filmes (assim também tenho o meu sonho de ter um cinema concretizado)".


"Enfim sonhava com um espaço onde as pessoas pudessem ir para sair por instantes da sua rotina diária e ver, ler e ouvir tudo aquilo que o mundo tem reservado para elas. Em 2010 este sonho começou a causar-me formigueiro (este é o primeiro sintoma dos sonhos que se querem tornar realidade) após ter visitado pela primeira vez a Livraria de Mulheres de Madrid (e em 2009 a de Barcelona) e ter conhecido as bravas livreiras que lhe dão vida. Foi nessa visita que visualizei pela primeira vez em 3D este sonho. E eu que pensava que era um velho sonho da infância que tinha ficado esquecido! 'Os sonhos não têm data de válida ‘respira’ fundo e continua' - repete minha vozinha interna, vocês também têm uma certo?!

O formigueiro aos poucos começou a se transformar em fortaleza para seguir caminho e lutar por aquilo em que acredito. Ou seja, acredito que uma livraria de mulheres é um espaço de encontro e não é uma utopia… e que as relações de sororidade são pura cumplicidade que ultrapassa qualquer obstáculo. E com estas palavras-chaves encontradas (as que destaquei a negrito para que vocês as reconheçam também!) começo esta campanha que sei que estará cheia de dificuldades mas também cheia de pessoas (especialmente mulheres) que me apoiaram firme e amorosamente - 'Se não há ternura não é a minha revolução' -… e por isso estou aqui… porque acredito que os sonhos partilhados se transformam mais rápido em realidade e como que um gesto de liberdade nasce de mim para todas vocês: A Campanha 'Confraria Vermelha – Livraria de Mulheres'".

Que livros podemos encontrar na Confraria Vermelha - Livraria de Mulheres do Porto?

"Nas estantes da Confraria Vermelha – Livraria de Mulheres vão encontrar literatura especializada escrita por/para mulheres, biografias, ensaios feministas (em diversas áreas e disciplinas: ciências, antropologia, sociologia, história, educação, saúde, filosofia, erotismo, etc.) temática LGTBI, teoria Queer, literatura infantil não sexista, arte, romance, poesia, BD."

E para além dos livros que mais podemos encontrar?

"Uma livraria de mulheres conta, naturalmente, com livros mas também com um espaço aberto para diversas iniciativas que contribuam para a formação, educação e imaginação e que fomenta essa coisa tão abstracta e banal chamada cultura. Neste espaço literário não vão faltar os círculos/clubes de leitura, a música, as oficinas para adultos e para crianças para além de exposições, apresentações de livros, palestras, sessões de contos e outras delicias mais".

E os homens podem entrar?



"Pois bem, na Livraria Confraria Vermelha os homens serão bem-vindos e não, não existirá nenhuma tabuleta na porta a dizer “homem não entra”, é uma Livraria DE Mulheres. Ou seja, será uma livraria gerida por mulher(es), especializada em escritoras ou em literatura com perspectiva de género se quiserem chamar assim (eu tenho alguma cautela em fazê-lo por medo a cair em binómios e estereótipos que este projecto pretende romper), especializada na escrita de mulheres que escrevem sobre a sua natureza e a sua sensibilidade o seu prazer".



"Um espaço que promova a escrita feminina e que dê aos leitores uma ampla gama de histórias de mulheres, histórias diversas de vidas e interesses. Um espaço de educação e novos paradigmas! Um ponto de informação e culminar de sinergias".


Como colaborar:

"Acesse a página da campanha Livraria de Mulheres no PPL - Crowdfunding Portugal. Os colaboradores podem apoiar com qualquer montante a partir de 1€. Como toda campanha de crowdfunding, quem apoia pode ganhar recompensas. Na campanha da Livraria de Mulheres, as recompensas são pins divertidos, marcadores de livro, tote bags, camisetas, vale-compras, e usar o espaço da livraria - depois que ela estiver pronta - para eventos culturais, artísticos e literários".

Update

O primeiro crowdfunding acabou não atingindo o valor necessário para ser realizado, mas a Aida não desistiu de seu sonho livreiro e criou um Plano B para levantar o dinheiro necessário para a abertura da Confraria Vermelha até 1º de novembro de 2015. Fez uma campanha de crowdfunding por conta própria e conseguiu um valor próximo do que precisava para tornar realidade a livraria de mulheres. Agora ela está convidando todas e todos aqueles que desejam auxiliar na montagem da livraria no mês de outubro, segue abaixo o convite nas palavras de Aida:

"Hoje termina o Crowdfunding Plano B e começa uma nova etapa, a de tornar realidade o que temos sonhado junt@s durante estes nove meses. Mas quero continuar a fazer tudo na tua companhia, quero que continues a acompanhar cada momento desta aventura e quero que o faças não só através do email, do facebook ou do Instagram mas também em carne e osso :)  
Quero muito, muito que possas continuar ajudar a construir o nosso quarto próprio. 
Por isso a partir de amanhã dia 1 de Outubro até 6 de Outubro podes passar pela Rua dos Bragas Nº32 - Porto e ver como a Confraria Vermelha Livraria de Mulheres se torna uma realidade. Podes vir ajudar a limpar, a decorar, a organizar livros.. Ou podes vir receber o abraço que tenho guardado para ti ;) "

Visite também o blog, o Facebook e o Vimeo da Confraria Vermelha
Com informações do site PPL - Crowdfunding Portugal
Fotos: Facebook da Confraria Vermelha

VocÊ pode gostar também

2 comentários

  1. gostei da reportagem e vou sugerir ao site fazer uma reportagem sobre protagonistas femininas da literatura, como Helena e Iaiá Garcia do autor Machado de Assis e Iracema do autor José de Alencar.

    ResponderExcluir

Subscribe