Dia Internacional do Combate à Lesbofobia, Homofobia, Bifobia e Transfobia nas Bibliotecas do Brasil

17.5.18

Dandara Baçã e sua camiseta 'Lesbrarian', que traduzimos como 'bibliolésbica' 
Hoje, dia 17 de maio, quinta-feira, é o Dia Internacional do Combate à Lesbofobia, Homofobia, Bifobia e Transfobia. Um dia de luta pelos direitos e de celebração mundial da diversidade sexual e de gênero. Dandara Baçã é bibliotecária em Brasília, e atualmente está finalizando a sua pós-graduação pelo Hospital Sírio Libanês no curso de pós de Informática em Saúde. Assim que ela finalizar o seu mestrado, dará uma entrevista ao blog Bibliotecas do Brasil. Ela escreveu em seu Facebook:
"A biblioteconomia é tão heteronormativa quanto a sociedade então saíamos dos armários e das caixinhas que insistem em nos colocar." - Dandara Baçã
Você pode conferir o texto que publicamos aqui no blog Bibliotecas do Brasil sobre as bibliotecárias lésbicas que marcharam na parada do orgulho LGBT em Nova York e inspiraram muitas pessoas. Convidamos profissionais e pessoas que trabalham com livros, incentivo à leitura, formação de leitores, com educação, biblioteconomia e todas as áreas que envolvam a circulação de livros a refletir sobre essas questões: 

  • O que a sua biblioteca, espaço de leitura, projeto de incentivo, ação de partilha de livros está preparando como iniciativa de conscientização para essa data? 
  • Como leitora ou leitor, ou como profissional da leitura, que livros ou materiais você está planejando ler, ou está lendo nesse momento sobre a diversidade, a conscientização e a luta pelos direitos LGBTQ? 

Expositor de livros com temática, autoras e autores LGBTQ+ 

Eli Bruno é um homem transgênero que trabalhava como estagiário em uma biblioteca pública municipal de Curitiba quando conversou com o blog Bibliotecas do Brasil pela primeira vez. Agora, Eli está trabalhando na área administrativa da Casa de Leitura Nair de Macedo no bairro Guabirotuba em Curitiba, além de colaborar com entrevistas sobre a Transgeneridade nas Bibliotecas e também sobre o Dia da Visibilidade Trans para o blog Bibliotecas do Brasil. Ele nos contou no Facebook o seguinte:



"Eu estou preparando um expositor com livros que abordem a diversidade LGBT+ ou que tenham sido escritos por autores pertencentes a esse grupo".


Eli contou ao blog Bibliotecas do Brasil: "A gente fez uma seleção de livros que não são tão conhecidos e por isso não são reconhecidos como histórias que retratam (ou autores que são) LGBT. Na placa no fundo está escrito 'Você consegue adivinhar o tema desse expositor?', pra fazer com que o leitor olhe esses títulos e esses autores e tente estabelecer uma relação entre eles. Dentro dos livros tem um textinho impresso com o título 'Por que esse livro está aqui?' (que poderia dizer 'por que esse livro foi escolhido pra esse expositor?') que fica pra fora do livro, junto com um breve histórico do livro e do autor, indicando o que há de LGBT naquela obra ou na vida de quem a escreveu. No rodapé do textinho há uma indicação escrito '17 de maio, dia internacional da luta contra a homofobia'.


"A ideia é que os leitores percebam que há diversidade na literatura e que não são só escritores conhecidos como LGBT que falam sobre isso (porque eu imagino que ao ler a pergunta no expositor, a maioria dos leitores não irá associar imediatamente ao movimento LGBT, mesmo com a bandeira de arco-íris no fundo)"

Eli Prado e o estagiário Paulo Victor Weihermann montaram o expositor para mostrar que há diversidade na literatura e até mesmo dentro de uma biblioteca de Curitiba, capital que é famosa por seu conservadorismo

Você consegue adivinhar o tema desse expositor?

A Biblioteca Pública Municipal Mário Quintana de Alegrete no Rio Grande do Sul, coordenada pela bibliotecária Aliriane Almeida, divulgou em seu Facebook essa imagem junto com um texto:


17 de Maio - Dia Internacional Contra a Homofobia - Bibliotecas são espaços que devem estar de portas abertas a todas as pessoas, sem nenhum tipo de preconceito. Isso se aplica tanto ao seu espaço físico quanto ao acervo, a literatura que expressa os temas LGBTs não deve ser censurada das prateleiras. 
O Dia Internacional contra a Homofobia, Bifobia e Transfobia (em inglês: International Day Against Homophobia, Biphobia and Transphobia) é festejado em 17 de maio. A data foi escolhida lembrando da exclusão da Homossexualidade da Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados com a Saúde (CID) da Organização Mundial da Saúde (OMS) em 17 de maio de 1990, oficialmente declarada em 1992. Fonte: Wikipedia


Gostaria de partilhar as ações do seu espaço de leitura, projeto de incentivo ou biblioteca para o Dia Internacional do Combate à Lesbofobia, Homofobia, Bifobia e Transfobia? O blog Bibliotecas do Brasil está de portas abertas para mostrar a sua iniciativa e inspirar mais pessoas a seguir esses passos, fala coma gente pelo email contato@bibliotecasdobrasil.com



Texto: Daniele - Bibliotecas do Brasil
Fotos: Dandara Baçã | Eli Bruno Prado
Imagem de divulgação: Biblioteca Mário Quintana de Alegrete
Arte: Juliano Rocha - Bibliotecas do Brasil
Email: contato@bibliotecasdobrasil.com

VocÊ pode gostar também

0 comentários

Subscribe