Alegrete, a cidade dos livros livres

16.3.14


A Cidade dos Livros Livres é um projeto de incentivo à leitura organizado pelo Movimento BookCrossing Alegrete que tem por objetivo transformar a cidade em uma grande biblioteca de livros livres. O BookCrossing é um movimento mundial que começou em 21 de abril de 2001 nos EUA, e hoje conta com mais de 1,5 milhões de participantes, que são conhecidos como bookcrossers. Cerca de 12 milhões de livros já foram libertados em todo o mundo.


Em Alegrete no Rio Grande do Sul o movimento teve início no dia 7 de junho de 2013 na Feira do Livro com a libertação de 200 livros. Simultaneamente, foi inaugurado o primeiro ponto oficial de bookcrossing da cidade na Condor Vídeo, com a libertação de mais 170 livros. Desde então o Movimento  BookCrossing Alegrete ganhou apoio do comércio e puderam assim abrir mais sete pontos de empréstimo de livros. Com apoio do Coletivo Multicultural a Tricicloteca passou a circular pelas ruas da cidade, com a finalidade levar os livros gratuitos para os locais mais afastados e eventos.


Segundo Alexandre Alves, articulador do Movimento BookCrossing Alegrete, "hoje são oito pontos espalhados na cidade (numa parceria com o comércio, bar, locadora, loja de roupas, loja de alimentos, barbearia) em que a pessoa pode pegar livros e levar sem necessidade de cadastro ou troca. Um dos pontos é especializado em literatura estrangeira e outro em literatura infantil. Além disso nós temos a bicicloteca que leva livros gratuitos para eventos e lugares afastados do centro.

Pontos de bookcrossing em Alegrete

"Nós não temos uma associação. Nós não temos nem um vínculo político. Nós não reunimos. Inclusive temos colaboradores diários no site e no Facebook que nunca se viram, mas somos vários. A ideia é que não tivesse um "pai da criança" porque ninguém quer promoção pessoal. O Coletivo Multicultural de Alegrete participa do movimento pilotando a bicicloteca e controlando as doações e libertações em outros dois pontos de bookcrossing. Eu me envolvi pessoalmente na criação de cinco destes pontos e tenho produzidos os cartazes e conseguido as estantes e adesivos, me encarrego do cadastro de muitos livros, cerca de 250 por mês para libertar nas prateleiras. Mesmo sem uma organização "profissional" o nosso movimento esta crescendo. Nesta semana nós iremos inaugurar o primeiro Bibliotaxi da cidade, um ponto de bookcrossing móvel".

Passo a passo de como participar do Bookcrossing Alegre com várias orientações: leia, liberte e siga.

Leia mais:



Matéria: Daniele Carneiro
Bibliotecas do Brasil de Daniele Carneiro e Juliano Rocha
contato@bibliotecasdobrasil.com

VocÊ pode gostar também

0 comentários

Subscribe