Biblioteca brasileira enfeitada para celebrar o Mês do Orgulho LGBTQ - Biblioteca IFSul Camaquã

8.6.18


A bibliotecária Elisangela Pires trabalha na Biblioteca do IFSul - Campus Camaquã no Rio Grande do Sul, um instituto federal de educação, para estudantes de ensino médio e do ensino superior, junto com a colega bibliotecária Gislaine Maciel, a auxiliar de biblioteca Raquel Sperb Xavier e a estagiária Heloísa Strelau. E por iniciativa própria e conjunta, elas decidiram se organizar para decorar a biblioteca com as cores da bandeira do Orgulho LGBTQ, como você pode ver nas fotos que foram partilhadas na página da biblioteca no Facebook. O Mês do Livro LGBTQ da Biblioteca IFSul Camaquã vai ocorrer durante todo o mês de junho de 2018.


Conscientes da importância da biblioteca como um espaço de diversidade, atuante e acolhedor, Elisângela e as colegas fizeram uma seleção de livros com as temáticas diversidade, sexualidade, indivíduos e comunidade LGBT. Elisangela conversou com o blog Bibliotecas do Brasil para partilhar a iniciativa:

"Fiz algumas buscas na internet de livros com a temática e verifiquei se tínhamos na biblioteca. Montamos hoje, dia 8 de junho. Infelizmente não temos muitos livros com a temática, mas o que temos nós reunimos e expomos! Estamos tendo uma excelente repercussão. Também pedi ao Núcleo de Gênero e Diversidade do Campus que organizasse alguma palestra, conversa ou evento sobre a temática LGBT. Vários Bibliotecários já curtiram a atividade na página". 

"Quanto a ajuda pra montar a decoração, temos uma equipe de manutenção que pendurou no teto. Mas o pessoal da instituição é bem acessível e a direção apoia bastante as iniciativas da biblioteca".

Elisangela contou mais sobre a importância de celebrar o Mês do Orgulho LGBT:

"Enfeitar e realizar a atividade é uma questão de fortalecimento da biblioteca e de pertencimento. Quando eu cheguei aqui, os alunos não identificavam a biblioteca como um espaço deles e que poderiam fazer várias coisas lá. Somos uma biblioteca pública/escolar para alunos oriundos de 80% cotas. Somos talvez o único equipamento cultural que muitos têm acesso".
A Elisangela fez comentários adicionais:

"Bibliotecas do Brasil obrigada pela divulgação. Não teríamos feito se não fosse o trabalho que vocês realizam, a inspiração que nos trazem diariamente. A luta é diária e fortalecer as bibliotecas e suas comunidades é imprescindível! As zines e os livros cartoneiros são imprescindíveis pelas boas dicas e exemplos que trazem".

A bibliotecária Gislaine também falou sobre os livros e zines da Magnolia Cartonera:


"Fiquei encantada com a qualidade do conteúdo dos livros. Um excelente material que todos os bibliotecários deveriam consultar. Ótimas dicas e ideias".
Pelas ações da bibliotecária Elisangela e de suas companheiras de trabalho, a biblioteca já é um espaço de resistência nessa era tão difícil que estamos enfrentando. Para quem quiser conhecer e comprar os livros e zines da Magnolia Cartonera que a bibliotecária Elisangela Pires utilizou como referência e para se abastecer de ótimas ideias, pode acessar a nossa loja online: loja.bibliotecasdobrasil.com ou conhecer todas as nossas publicações na página Livros e Zines.

Contato: biblioteca@camaqua.ifsul.edu.br

Matéria: Daniele - Bibliotecas do Brasil | Magnolia Cartonera
Arte e fotos: Biblioteca IFSul Campus Camaquã cedidas por Elisangela Pires

VocÊ pode gostar também

0 comentários

Subscribe